Suplementação em Pacientes com câncer: Quando indicar?

O tratamento do paciente com câncer é muito complexo, e causa uma série de efeitos colaterais ao paciente que podem impactar na aceitação da sua dieta. Esses efeitos podem ser: náuseas, vômitos. diarréia, falta de apetite, alteração do paladar, dificuldade de engolir,prisão de ventre, azia, etc. Todos esses efeitos podem levar a uma baixa ingestão da dieta e como consequência, o paciente pode perder peso e até mesmo interromper o tratamento devido ao estado nutricional debilitado. Pensando nisso, diversos laboratórios produziram uma série de suplementos alimentares para ajudar nesta fase do tratamento. Caso o paciente em tratamento, comece a apresentar algum efeito que diminua o consumo alimentar, o nutricionista deve estar preparado para prescrever algum tipo de suplemento que possa ajudar o paciente a alcançar as suas necessidades. Vale lembrar que existem suplementos na forma de pós que pode enriquecer vitaminas e sucos por exemplo, assim como suplementos líquidos completos que garantem o consumo de todos os nutrientes para o paciente. É muito importante que durante o tratamento, o paciente tenha um acompanhamento nutricional e assim diminua a chance do seu tratamento ser interrompido. Vale lembrar que cápsulas de fitoterápicos, vitaminas e probióticos tem indicações restritas e não vão garantir aporte nutricional para estes pacientes.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *